O cantor e compositor Carlinhos Brown abriu o segundo dia do Festival Eu Sou a Concha, que marca a reabertura da Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), neste sábado (14). O som da percussão, com destaque para o berimbau, deu o compasso da abertura do show. Solos de guitarra e trechos em ritmo de hip hop puxaram as palmas da plateia. Artista e público se completaram na apresentação da música ‘Argila’.

Outros sucessos da carreira de Brown, como ‘Tantinho’, ‘Velha Infância’, e ‘Vc, o Amor e Eu’, também não ficaram de fora. O show contou ainda com a participação especial de Lazzo Matumbi, que se apresentou em uma cadeira de rodas em razão de um problema no quadril.

"A Concha hoje tem um aparato de qualidade gigantesca. Os camarins estão lindos. Tem estacionamento. Tem um acesso maravilhoso do Teatro Castro Alves. Nós estamos demasiadamente felizes pelo fato de ter tido esta oportunidade hoje. Recebemos Lazzo, aquele lindo, um rei, um cantor maravilhoso. Superou minha expectativa. Não deixei de fazer o Carnaval, mas misturei [com outras músicas]. Fiz ‘Selva Branca’ sem aquela percussão carnavalesca. Cantei ‘Uma Brasileira’, [que é uma] parceria com Herbert [Vianna]. Estou muito feliz", afirmou Brown.

No primeiro dia, na sexta (13), o festival foi reservado para convidados, que acompanharam o show de Maria Bethânia e Margareth Menezes, além de microespetáculos do Balé do TCA e a apresentação cênico-musical do Kindembu. Neste domingo (15) haverá o encontro histórico dos Novos Baianos. O festival tem patrocínio da Coelba, Banco do Brasil e Água de Coco Obrigado.