Inaugurada em dezembro do ano passado, resultado de um convênio firmado entre a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a Oficina do Fazer vai receber 46 novos equipamentos nos próximos dias.

A cessão dos dispositivos, concretizada pela Secti, vai ampliar consideravelmente a capacidade produtiva do espaço, que fica localizado no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da instituição de ensino, em Ondina. O local propicia o desenvolvimento de pesquisas, projetos e ideias inovadoras e serve, não somente à comunidade acadêmica, mas a todos os cidadãos baianos. “A gente entende que a interação entre a sociedade e a Academia, em um ambiente propício, permite o surgimento de novos produtos e respectiva introdução no ambiente social e produtivo”, disse o chefe de Gabinete da Secti, Roberto de Pinho. Vale lembrar que o conceito de ‘faça você mesmo’ é fundamental na Oficina.

Entre os 46 equipamentos cedidos, há itens como torno elétrico, máquina de corte a laser, agitador tipo vórtex e cuba eletroforese. “A chegada desses novos equipamentos é de fundamental importância para o esforço de inovação que vem sendo realizado na universidade”, celebra o coordenador de Inovação da Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação da Ufba, Paulo Gomes.

Novas unidades

Esta Oficina do Fazer é a primeira, dentro de uma rede planejada pela Secti, a ser instalada na Bahia. Um espaço similar, voltado para o desenvolvimento de instrumentos, está sendo pensado para funcionar dentro da nova sede dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba). Além disso, há previsão de que os próximos espaços sejam instalados em Camaçari, dentro do Espaço Inovar, e em Salvador, no Parque Tecnológico da Bahia.

Fonte: Ascom/Secti