Os municípios baianos de Heliópolis, Palmas de Monte Alto e Planaltino realizarão, nesta quarta-feira (16), solenidades de certificação do Programa Estadual de Inserção de Jovens no Mundo do Trabalho (Trilha). Promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o programa vai certificar 270 trabalhadores até o final do mês.

Estão sendo certificados trabalhadores na faixa etária entre 16 e 29 anos. “No total do programa estão sendo beneficiados 1.210 jovens em situação de vulnerabilidade, em 32 municípios do estado”, adiantou o secretário do Trabalho, Álvaro Gomes.

Solenidades

O ciclo de solenidades do Programa Trilha começa às 10h, no Território de Identidade do Vale do Jequiriçá. A certificação de 20 trabalhadores será na Câmara Municipal de Planaltino, no Largo da Matriz (centro). À tarde, no Território de Identidade Semiárido Nordeste II, a certificação de mais 20 trabalhadores começa às 14h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares de Heliópolis, à Rua Catarino José dos Santos (centro).

A certificação final do dia do Programa Trilha, com mais 20 trabalhadores, será, às 18h, no Território de Identidade Sertão Produtivo, na Câmara Municipal de Palmas de Monte Alto, localizada à Praça Prefeito Adão de Souza, no bairro do Girassol.

Áreas contempladas

Entre janeiro de 2008 e dezembro de 2015, o Governo da Bahia já qualificou e certificou 33.466 trabalhadores por meio da Setre, através dos projetos Juventude Cidadã, Pró-Jovem Trabalhador e Programa Trilha. As certificações compreendem as áreas de Alimentação, Construção Civil, Têxtil, Arte e Cultura, Beleza, Estética, Comércio, Serviços, Esporte e Lazer, Metal Mecânica, Tecnologia da Informação (TI) e Turismo.

Ainda pelo cronograma da Setre, as certificações recomeçam no dia 22 de março, nos municípios de Sapeaçu, Tapiramutá, Simões Filho, Candeias, Irecê, Presidente Dutra e Vitória da Conquista. O Programa Trilha está contemplando os trabalhadores com cursos de Montador e Reparador de Computadores; Doces e Salgados; Gastronomia; Confeccionista (modista); Cabeleireiro; Manicure e Maquiagem; e Mobilização de Redes Sociais.

Conceitos de educação

Os cursos da Setre têm uma carga horária de 400 horas, sendo 100 horas de qualificação social e retomada de conceitos da educação básica; 250 horas de qualificação profissional e preparação para o mundo do trabalho; e 50 horas para orientação e elaboração do Trabalho Final de Curso (TFC). Durante as aulas do Trilha, os trabalhadores recebem uma bolsa-auxílio mensal no valor de RS 100.

Fonte: Ascom/Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre)