As ações planejadas no combate aos roubos de carros em Salvador têm surtido efeito. De 1º de janeiro a 27 de março de 2016, comparado com o mesmo período do ano passado, a polícia reduziu em 12,8% a prática desse tipo de crime. Em números absolutos, 216 veículos deixaram de ser roubados e, além da preservação do bem material, isso representa que menos baianos passaram pela situação violenta de um roubo.

Nesse período, em 2016, foram contabilizados 1.471 veículos subtraídos, contra 1.687 no ano anterior. “Temos consciência de que o número ainda está acentuado, mas vale a pena ressaltar que o planejamento na prevenção e na investigação dessa prática criminosa está dando resultado”, destaca o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

O secretário acrescenta que as blitze promovidas pela Polícia Militar nos bairros com maiores índices de roubos de veículos e as ações investigativas da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), com o apoio da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP), na identificação das quadrilhas especializadas, vêm sendo intensificadas.

No dia 17 de março, a DRFRV deflagrou uma operação que desarticulou uma quadrilha voltada para o desmanche de carros roubados. A ação prendeu Cléberson Santos Soares, 31 anos, e apreendeu dezenas de peças e placas de veículos furtados e roubados. O material foi encontrado em uma garagem no bairro do Lobato, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. Em depoimento, Cléberson confessou que costumava alugar galpões na região, para desmanchar os veículos e, posteriormente, vender as peças.

Fonte: Ascom/SSP