Mais de 20 pessoas do Grupo de Convivência e Viver Melhor, liderados pelas bases comunitárias de segurança do Nordeste de Amaralina e da Chapada do Rio Vermelho, respectivamente, assistiram a uma sessão de cinema nesta quarta-feira (16), no Salvador Shopping. Com o apoio do Centro Social Urbano (CSU) do Nordeste e em parceria com a Associação Juventude da Bahia, o grupo da terceira idade ganhou das bases um pacote cultural com direito ao transporte, ingresso e pipoca para animar a sessão.
“Hoje a gente conseguiu o patrocínio do shopping. Eles cederam alguns ingressos para a gente, daí reunimos a comunidade e conseguimos proporcionar uma tarde diferente para estas pessoas“, destaca a capitã Eva Cachoeira, comandante da base da Chapada do Rio Vermelho.  
A atividade faz parte do projeto ‘Com a polícia, vamos ao cinema’. O objetivo é aproximar ainda mais a polícia da comunidade. “[Queremos] melhorar a imagem que a policia tinha, outrora, de ser mais intempestiva e [de agir] de forma mais truculenta. A gente faz todo um trabalho social”, explica a capitã Eva. As bases também desenvolvem os projetos ‘Vamos ao teatro’ e ‘Vamos ao parque’. 
A aposentada Ana Maria Oliveira da Silva, 77 anos, participante do Grupo de Convivência do Nordeste de Amaralina, comemora a oportunidade de voltar a uma sala de cinema depois de muito tempo. “Há 48 anos, eu não sei o que é uma cadeira de cinema. Pra mim é uma maravilha, gostei, amei de coração a ideia da base”.

Trabalho conjunto 

Para o tenente Miguel Matheo, subcomandante da base do Nordeste de Amaralina, o trabalho realizado em conjunto pelas unidades de segurança enriquece o trabalho de interação entre as comunidades. “A gente tem ali [na mesma região] o Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina, Chapada e Santa Cruz. A população é muito próxima. Então, trabalhando de forma conjunta, nós acabamos desenvolvendo ações com mais rigorosidade, efetividade, do que se forem feitas de forma pontual”, ressalta o tenente.

Repórter: Joci Santana