Aprendizes do Centro de Formação e Acompanhamento Profissional (Cefap) da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) participam, nestas terça e quinta-feira (8 e 10), das 14h às 16h, de uma oficina de pintura promovida pelo Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, equipamento vinculado à Diretoria de Museus do Instituto Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac). A atividade tem como objetivo desenvolver ações educativas e culturais que possibilitem a manifestação do potencial artístico dos participantes e será realizada na sede do Cefap, localizada na Avenida Frederico Pontes, nº 343, no bairro de São Joaquim, em Salvador. 

Sobre o Cefap
O Centro desenvolve um programa de educação profissional que visa assegurar o ingresso de pessoas com deficiência no mundo do trabalho. Em um primeiro momento, os aprendizes são avaliados por uma equipe especializada de profissionais, composta por assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais e pedagogos. Em seguida, são encaminhados para as atividades do Cefap. O programa é dividido em três etapas: Iniciação para o Trabalho, Qualificação Profissional e Colocação no Trabalho. 
Sobre o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica
Localizado na Rua Frei Vicente, no Pelourinho, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica é resultado da coleção particular do ceramista Udo Knoff, natural da Alemanha e radicado em Salvador em 1952.  “Ao vender sua coleção, Udo Knoff acreditava que a criação de um museu seria a melhor forma de preservá-la, além de possibilitar a abertura de um espaço para oficinas como meio de educar a comunidade para respeitar e valorizar tal acervo”, explica Ana Liberato, diretora da Dimus.

Fonte: Ascom/Dimus