‘Hanseníase: Quanto antes você descobrir mais cedo vai se curar’. Com este tema, o Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase ocorre em 2016 neste domingo (31). A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio da Coordenação Estadual de Controle da Hanseníase, orienta que, nessa data e nas semanas seguintes de fevereiro e março, as equipes de saúde dos municípios realizem atividades para alertar a sociedade civil quanto aos sinais e sintomas da doença.

O Dia Mundial foi instituído com o objetivo ampliar o conhecimento da comunidade sobre a hanseníase, destacar a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado, além de reduzir o estigma e o preconceito relacionado à enfermidade. A Sesab orienta os profissionais, que atuam no controle da doença, para incentivarem a procura pelos serviços de saúde, se mobilizarem quanto à busca ativa de casos novos e divulgarem a oferta de tratamento completo pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A doença, que compromete principalmente a pele e os nervos periféricos, provocando manchas, alteração da sensibilidade e inflamação, é transmitida por meio de secreções das vias respiratórias (nariz e boca) a pessoas que convivem com o doente não tratado. Assim que é iniciado o tratamento, os pacientes deixam de transmitir a doença. Se não for tratada precocemente, pode se tornar grave e gerar deformidades físicas devido ao comprometimento dos nervos, principalmente nas mãos, pés e face.

Fonte:Ascom/Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab)