O novo aeroporto de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, já está com 85% das obras concluídas. Em vistoria ao local, na manhã desta sexta-feira (29), o governador Rui Costa afirmou que o equipamento será o primeiro do país a ser concluído e entregue por meio do Plano Nacional de Aviação, anunciado há três anos.
"Em breve teremos a conclusão dos 15% restantes. Após o Carnaval, vamos apresentar a planilha atualizada à Agência Nacional de Aviação e, assim que for autorizada, nós vamos licitar o terminal de passageiros com a aquisição de equipamentos, no valor de R$ 55 milhões", disse Rui. 

Localizado na entrada do povoado de Iguá, com acesso pela BR-116, no sentido Vitória da Conquista/Rio de Janeiro, o equipamento terá uma pista de pouso e decolagem com 2.100 metros de comprimento e 45 metros de largura, pátio para aeronaves, taxiway, rampa de equipamentos, subestação elétrica, balizamento noturno, acessos viários internos e seção contra incêndio. 
Segundo o governador, o aeroporto terá capacidade para atender 800 mil passageiros por ano, dobrando o fluxo do equipamento atual, e poderá ainda ser ampliado de acordo com a demanda. “A pista terá 2.100 metros de comprimento por 45 de largura, podendo chegar a 3 mil metros, como a de Salvador. Esta obra está sendo concluída sem nenhum aditivo, dentro do que foi orçado", afirmou Rui.
Um convênio celebrado neste mês entre o Governo da Bahia e a Secretaria da Aviação Civil prevê também a aquisição e instalação dos equipamentos de auxílio à navegação, complemento da cerca operacional, reservatórios de água, iluminação de via de contorno, mobiliários, iluminação do pátio de aeronaves e implantação de rede de telecomunicações.

Acessos

O aeroporto terá dois acessos. O principal será pela BR-116, já autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) junto à Via Bahia, e o secundário será pelo bairro de Campinhos. "O Estado já vai começar o acesso até a 116 e a Via Bahia construirá um viaduto ligando o aeroporto à BR-116. Esse trecho será duplicado até o centro da cidade. É uma obra viária para Conquista e com isso estamos planejando um novo vetor de desenvolvimento para a região", acrescentou Rui. 

Repórter: Raul Rodrigues