Devido ao aumento da tarifa cobrada pelo serviço de táxis em Salvador, autorizado por decreto municipal publicado nesta terça-feira (12/01), os veículos da capital deverão comparecer às oficinas autorizadas pelo Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia, para a implantação da memória do taxímetro atualizada com a nova tarifa. O serviço será supervisionado pela equipe técnica do Ibametro visando à correta alteração nos equipamentos.

 

Os taxistas serão convocados para comparecimento às oficinas em data específica, conforme número do alvará do veículo, no período de 18 de janeiro a 2 de fevereiro. Os taxistas deverão ficar atentos à tabela com a convocação, a ser publicada no Diário Oficial do Estado nos próximos dias.

 

“É de extrema importância a confiabilidade na prestação desse serviço, largamente utilizado pela população. O taxímetro permite o controle metrológico preciso da relação entre a distância percorrida e o custo da corrida feita pelo consumidor usuário do táxi. Desta forma, o Ibametro cumpre a sua missão de promover o equilíbrio na relação de consumo”, explica o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

 

De acordo com o coordenador da área de taxímetro do Ibametro, Roberto Pacheco, a frota de táxi de Salvador é de 7.266 veículos, sendo 6.996 táxis comuns, padronizados na cor branca, com faixas azul e vermelha, além de 270 táxis especiais, que operam principalmente no aeroporto, rodoviária e hotéis.

 

Vale ressaltar que o mesmo procedimento está acontecendo com a frota de taxímetros (composta por 137 veículos) do município de Santo Antônio de Jesus, com a supervisão da equipe técnica do Ibametro.

 

Caso o usuário do serviço desconfie de alguma irregularidade em veículos táxis, deve denunciar ao Disque Ibametro pelo telefone 0800-0711888.

 

Fonte: Ascom/Ibametro