Favorito a uma medalha olímpica em Maratonas Aquáticas nas Olimpíadas Rio 2016, o nadador baiano Allan do Carmo sagrou-se, no domingo (10), hexacampeão da Travessia Mar Grande – Salvador. O atleta venceu a prova masculina com o tempo de 1h 36m 41s, enquanto a baiana Márcia Santos conquistou a prova feminina com o tempo de 1h 54m 30s. Esta foi a 52ª edição da competição realizada desde 1855, na Baía da Todos os Santos, promovida pelo jornal A Tarde e pela Record, com patrocínio do Governo do Estado da Bahia.

Com esta conquista, Allan ultrapassou Lourival Quirino, com quem estava empatado em número de vitórias. O nadador, que é o principal nome da natação no estado e esperança de medalha nos Jogos, embarcará, nesta terça-feira (12), para o México, onde ficará até o dia 7 de fevereiro, para fazer treinamento de altitude. Vencedor da prova masculina, Allan do Carmo é o principal nome da natação no estado e esperança de medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Devido ao grande esforço realizado para vencer as correntes marinhas da Baía de Todos os Santos, a jovem Márcia Santos desmaiou na chegada, sendo conduzida nos braços dos bombeiros para um local reservado aos competidores. A tradicional prova Mar Grande Salvador reuniu, este ano, 101 atletas. A largada foi às 8h da Praia do Duro (Mar Grande), e os primeiros competidores chegaram ao Porto da Barra (Salvador) às 9h36m.

O secretário estadual do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes, afirmou que o objetivo do Governo é aproveitar as potencialidades dos atletas baianos ligados à natação, para transformar o estado em uma potência esportiva neste segmento. . “Por isso, não deixamos de patrocinar esta prova, que já é uma tradição nacional e a segunda maior do mundo. Com outras grandes competições esportivas, vamos criar o clima olímpico na Bahia”.

Outro destaque da prova foi o paratleta Leonardo Curvelo, que, assim como Allan do Carmo, tem o apoio do FazAtleta. Ele fez os 12 quilômetros da prova com o tempo de 3h56m08s. Pelos seus esforços e dedicação ao esporte, recebeu um prêmio de R$ 1 mil. Também participaram da competição os nadadores Leonardo Crisóstomo, Suelly Aline, Isabelly Andrade, Tiago Silva, todos apoiados pelo FazAtleta. A prova foi organizada pela Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA).

Ainda na ocasião, Álvaro anunciou que a Setre vai inaugurar, em fevereiro, o Centro Olímpico de Natação, na Avenida Bonocô, em Salvador, e que, após os Jogos de 2016, a Bahia receberá uma das piscinas desmontáveis utilizadas no Rio de Janeiro.

Investimento

Instituído pela Lei Estadual nº 7539, de 24 de novembro de 1999, o programa FazAtleta concede redução fiscal de até 80% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) às empresas parceiras do projeto. Em 2015, o FazAtleta disponibilizou R$ 3,5 milhões, sendo investidos R$ 2,8 milhões, beneficiando 14 modalidades, 68 atletas e seis eventos esportivos. O programa é destinado a atletas e equipes ranqueados, bem como eventos que fazem parte do calendário das federações e/ou confederações, e que se enquadram na categoria de Esporte Amador Olímpico e Paralímpico.

O apoio aos atletas e paratletas inclui o pagamento de despesas com viagem, aluguel de equipamento esportivo, contratação de seguro de vida, aquisição de material esportivo, além de recebimento de bolsa-auxílio para o atleta que se dedique exclusivamente à prática do esporte e remuneração ao técnico que o acompanha.