Motivadas pelo talento e generosidade de um grupo de artistas baianos, cerca de 25 mil pessoas abraçaram a campanha em prol do Hospital Martagão Gesteira e compareceram à Arena Fonte Nova, na noite desta sexta-feira (18), para assistir ao show beneficente da cantora Ivete Sangalo e Orquestra Juvenil da Bahia, que faz parte do programa Neojiba.

O espetáculo inédito e exclusivo, que homenageou os 50 anos de carreira de Caetano Veloso e Gilberto Gil, teve a participação de convidados como os artistas Carlinhos Brown, Claudia Leitte e Preta Gil. “Muito obrigado por terem aceitado o meu convite para ajudar tantas crianças que precisam de cuidado. O meu desejo é que esta seja uma noite feliz, de alegria, amor e música”, disse Ivete, assim que subiu ao palco. Pouco antes do show começar, o ator Luís Miranda arrancou gargalhadas do público com a peça ‘7 Conto’.

Idealizado pela primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Peixoto, o espetáculo terá a renda revertida para a reforma do hospital, que há mais de 50 anos realiza procedimentos de alta complexidade em crianças e adolescentes de até 15 anos. “Acreditamos ter atingido a nossa meta de público e arrecadação. Estou muito feliz de ver a maneira como a população abraçou a causa", afirmou a primeira-dama.

Para o governador Rui Costa, que também marcou presença na Arena Fonte Nova, o evento refletiu bem mais do que a arrecadação para requalificar o Martagão Gesteira. Ele disse que a data 18 de dezembro passará a ser o dia da solidariedade. "Poder ajudar o hospital é muito importante, [e] esse evento mostrou que as pessoas podem ser mais participativas na sociedade. Isso pode influenciar inclusive na paz. Ninguém quer fazer mal a quem cuida de você".

O público cantou e dançou em sintonia com a cantora Ivete Sangalo e seus convidados. A estudante Camile Leite aproveitou cada segundo do show. Fã da musa do axé se emocionou em vários momentos do espetáculo. “Eu amo Ivete. Ela é maravilhosa, linda! Sou fã dela há nove anos e acompanho tudo o que ela faz. O show está sendo perfeito”.

Criança solidária

Quem também gostou da festa foi a pequena Leda Lobo, 8 anos, que assistiu ao espetáculo na companhia da família. Apesar da pouca idade, ela já realizou ações de solidariedade para pacientes do Hospital Martagão Gesteira. No início deste ano, a garota cortou o cabelo para a confecção de peruca para crianças que lutavam contra o câncer. “Minha mãe me disse que as crianças quando ficam doentes, elas perdem o cabelo e eu, que tinha muito, poderia dar um pouquinho para elas”, conta.

A professora Letícia Santana, tia de Leda, foi quem teve a ideia de levar a criança à Arena Fonte Nova na noite desta sexta. Segundo a educadora, o propósito do show passa uma mensagem importante para a formação do caráter da sobrinha. “Aqui ela teve acesso a música de qualidade, além de saber que é possível se divertir ajudando as pessoas”.

Gratidão ao hospital

Apesar da excelência no atendimento à população infantil, a unidade de referência em oncologia infantil, na Bahia, está com infraestrutura precária e algumas áreas desativadas. “O hospital foi construído há muitos anos e na época era o que tinha de mais moderno. Hoje precisamos do apoio da população para adequar o Martagão às necessidades atuais. Vamos modernizar as enfermarias e ampliar os leitos de oncologia", afirma o presidente da Liga Álvaro Bahia, Durval Olivieri.

A situação comoveu a comerciante Eneida Mota. Quando tinha 13 anos, ela foi submetida a uma cirurgia de apêndice. Hoje, aos 52, retribui os cuidados que recebeu. "Minha vinda ao show foi principalmente por gratidão ao hospital. Quando mais precisei pude contar com os serviços oferecidos por ele. Agora que ele precisa estou aqui".

O show reafirmou a capacidade da arena multiuso de realizar eventos artísticos e culturais de grande porte. Pessoas de todas as idades assistiram às apresentações de forma confortável e com segurança. "Foi o lugar ideal para receber o evento. Tem espaço de sobra, a acústica é boa. Gosto muito dos eventos na Arena, seja jogo de futebol ou shows", disse o estudante Leandro Almeida.

Sem fins lucrativos

Administrado pela instituição filantrópica Liga Álvaro Bahia, o Hospital Martagão Gesteira, sem fins lucrativos, realiza por ano quase 58 mil atendimentos especializados, mais de sete mil internações, cerca de 5.700 cirurgias, além de 30 mil diagnósticos. Mais de mil colaboradores oferecem suporte integral para o cuidado físico, psíquico e social das crianças.

A infraestrutura antiga tem brinquedoteca, biblioteca, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e laboratórios. O Martagão Gesteira é uma das principais referências em oncologia infantil do estado.

Repórter: Leonardo Martins

Publicada às 22h30
Atualizada às 2h