Polícia Militar da Bahia reforçou a segurança de banhistas, comerciantes e turistas presentes nas orlas de Salvador. A 15ª CIPM, unidade responsável pelo policiamento nas praias de Piatã e Itapuã teve o apoio do Esquadrão de Motociclistas Águia, da Operação Verão, da Companhia de Polícia e Proteção Ambiental (Coppa), da Operação Apolo e do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), por meio de alunos soldados, que estão estagiando na companhia.

Viaturas, bases móveis e o motopatrulhamento foram utilizados pontos estratégicos na extensão da orla para coibir roubos e furtos na região no domingo (13). O sargento Lopes, 47 anos, lotado no Esquadrão Águia acredita no sucesso resultado das parceiras em reforço e apoio dados às unidades da orla marítima. "Com nossa ação de presença, blitz e rondas estamos nos aproximando da comunidade e contribuindo, sem dúvida, com a redução de crimes aqui na área de Piatã".

Guardadora de veículos há 15 anos na praia de Piatã, Denise Santos, 38 anos, afirma que se sente muito segura na região e costuma ver policiais militares andando a pé, a cavalo e muitas viaturas circulando. “Moro em Patamares, mas trabalho aqui em Piatã. Ando muito em Itapuã também. A PM está de parabéns pelo trabalho desempenhado nestas orlas. Faz tempo que não vejo problemas com som alto e corre-corre de ladrão e polícia”.

As ações do policiamento ostensivo se intensificarão gradualmente durante o verão baiano até o Carnaval, quando a Corporação estará atuando com força máxima para atender da melhor forma possível a população baiana e os turistas que optam por desfrutar dos encantos e sabores que a Bahia proporciona.

Moradores, banhistas e comerciantes da praia de São Tomé de Paripe estão satisfeitos com o policiamento empregado pela 19ª CIPM na região. A unidade, que tem o apoio da Operação Cooper e da Operação Verão, conseguiu reduzir crimes contra o patrimônio naquela comunidade.

Comerciante há 10 anos em São Tomé de Paripe, José Teixeira – o Zé, 46, apontou com positividade a atuação da polícia no local. "Pela manhã, eu costumava ver muitos bandidos roubando carros e motos nas proximidades da orla, mas com o aumento do efetivo de policiais por aqui pude notar uma melhora substancial na comunidade".

Residente há 40 anos e há 20 proprietária de um comércio de bebidas na orla de São Tomé de Paripe, Raimunda de Oliveira, 71, disse que antigamente muitas lanchonetes e mercados eram arrombados com frequência na região. "Com tanto tempo morando e trabalhando aqui, eu já presenciei muitos comerciantes fecharem as portas por conta de muitos arrombamentos. Via muitos ladrões de celulares, mas também reduziu bastante”.

A Polícia Militar orienta aos cidadãos para que, se suspeitarem de alguém ou presenciarem ações delituosas no local, ligarem para o 190 e denunciando o fato. É importante também que as vítimas registrem as queixas na delegacia da área, pois o policiamento é estabelecido de acordo com a mancha criminal.

Fonte: Ascom/Departamento de Comunicação da Polícia Militar da Bahia