Sete projetos de instituições governamentais e entidades civis sem fins lucrativos foram selecionados pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) para possível financiamento pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad). Aprovados pela Comissão de Seleção de Projetos da Setre, os projetos seguirão critérios definidos na Chamada Pública 002/2015, dentre eles o de impacto social, sustentabilidade e coerência.

“Esses novos projetos da Funtrad deverão incrementar os eixos da Agenda Bahia do Trabalho Decente”, adiantou o secretário estadual do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes.

Selecionados

Participaram do processo de seleção um total de 11 instituições, sendo selecionadas as seguintes com os seus respectivos projetos: Instituto Sagrado Coração de Jesus (Programa OfÍcio Sagrado); Sebrae Bahia (Saber para Crescer); Avante-Educação e Mobilização Social (Erradicação do Trabalho Infantil – Fortalecimento e Articulação Institucional).

Também estão selecionados os projetos da Pastoral Carcerária (Rede Solidária Mãos Dadas); Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia – IDES (Arte e Empreendimentos Associado dos Quilombos); Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia- IDES (Inclusão Digital, Trabalho e Cidadania para Mulheres Quilombolas); Associação Cultural e Ambientalista de Índios Tupinambás de Olivença (Intervenção Cultural Ambientalista dos Índios Tupinambás de Olivença).

Agenda

A Agenda Bahia do Trabalho Decente (ABTD) foi criada em 2007 pelo Governo do Estado e tem nove eixos: Promoção da Igualdade de Gênero e Raça; Promoção da Igualdade da Pessoa com Deficiência (PcD); Trabalho Doméstico; Empregos Verdes; Erradicação do Trabalho Escravo, Erradicação do Trabalho Infantil, Juventude; Saúde e Segurança do Trabalhador; e Serviço Público.