Na previsão do serviço de meteorologia do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema), vinculado à Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), não haverá mudanças significativas nas condições do tempo neste final de semana no estado, pois a massa de ar quente e seco continua ganhando força, mantendo o céu ensolarado sobre grande parte do Nordeste brasileiro.

Na Bahia, esse sistema, além de inibir a ocorrência de chuvas, também está contribuindo para manter as temperaturas elevadas em todas as regiões. Mas é na faixa centro-norte do estado, que inclui o nordeste, norte e parte do oeste e São Francisco, que estão previstos os maiores índices, com máximas variando entre 35°C e 39°C.

A condição de tempo quente, combinada aos baixos índices de umidade do ar e a vegetação já ressecada, aumentam as chances de ocorrer focos de queimadas nessa faixa do estado. Por isso, novamente o alerta quanto à utilização do fogo nas atividades de rotina como preparação do solo para o plantio, renovação de pastos, queima de lixos, entre outras.

Na Chapada Diamantina, sudoeste e faixa centro-sul do oeste e São Francisco, a massa de ar também está influenciando o tempo, o que deixa o céu parcialmente nublado a claro. Essa é a mesma previsão para a faixa litorânea, entre o sul e o Recôncavo baiano, incluindo a cidade de Salvador e região metropolitana.

No entanto, a partir do próximo domingo, uma frente fria que irá avançar pelo Sudeste brasileiro, somada a umidade vinda da Amazônia, poderá trazer chuvas fracas em algumas localidades do extremo oeste do estado. As temperaturas nessas áreas permanecem elevadas, com máximas oscilando de 31°C (no Sul) a 35°C (no Recôncavo). Ainda assim, são nas áreas serranas da Chapada Diamantina e sudoeste onde são esperados os menores índices do estado, com mínimas de até 18°C, especificamente, durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã.

Maré e Radiação Ultravioleta

Desta sexta-feira a domingo (11 a 13), a maré deve atingir altura máxima das 3 às 5h e das 15 às 17h, com valores variando de 2,0 a 2,7 metros. As alturas mínimas no período das 9 às 11h e das 21 às 23h, com valores variando de 0,2 a 0,4 metro. As ondas terão agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Em dezembro, com a aproximação da estação do verão, as temperaturas se elevam e as chuvas ficam mais intensas. Nessa estação, há maior incidência de radiação solar e, consequentemente, aumento nos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Assism será neste final de semana, quando os IUV’s devem variar entre 11 e 13, o que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), faz parte da categoria de intensidade ‘Extrema’.

Por isso, os cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar devem ser redobrados, principalmente, nos horários das 10 às 16h quando há maior incidência da radiação. A recomendação é a utilização de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, o que pode minimizar os danos causados a saúde.

Fonte: Ascom/Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema)