As centrais sindicais Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical Bahia, União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) assinam com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), nesta quinta-feira (3), o Pacto de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. A cerimônia acontece às 9h, no Palácio do Rio Branco, em Salvador.

O objetivo do documento é garantir a convergência de esforços entre o órgão e as entidades, visando à implementação de ações de enfrentamento às múltiplas formas de violência contra as mulheres no estado.

Na ocasião, estará presente o pesquisador Julio Jacobo Waiselfisz, que apresentará o Mapa da Violência 2015 – Homicídios de Mulheres no Brasil, divulgado em novembro deste ano. O documento é de sua autoria e foi elaborado em conjunto com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), com apoio do Escritório da ONU Mulheres no Brasil, da Organização Pan-Americana da Saúde, do Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde e dos ministérios das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

O evento faz parte das atividades da programação da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia na campanha nacional 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA).