"O trabalho tem sido intenso e conjunto em defesa da Chapada Diamantina. Convido os representantes das defensoria públicas para acompanhar a nossa atuação na região. Lá, eles vão constatar que só temos um inimigo: o fogo. Estamos trabalhando em parceria e, neste momento, precisamos somar ainda mais esforços. Conto com o apoio de todos". Desta maneira o secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, se posicionou, neste domingo (20), sobre o pedido feito pelas defensorias do Estado e da União para a Justiça executar a multa diária de R$ 10 mil aos governos estadual e federal por ter descumprido parte da decisão que determinou reforço de material e de pessoal para o combate aos incêndios na Chapada.

"Já investimos cerca de R$ 15 milhões na Operação Bahia sem Fogo. Não podemos deixar de aplicar mais recursos no combate às chamas para pagar esse tipo de multa, seria um contra-senso", acrescentou Spengler. Atualmente, atuam na região seis aviões, cinco helicópteros, 110 bombeiros militares e 55 brigadistas voluntários. Neste mês, além da contratação de novas aeronaves e veículos terrestres e do envio de bombeiros, o Governo do Estado investiu R$ 500 mil na contratação de equipamentos individuais de segurança e de combate ao fogo.