Uma equipe formada por 44 bombeiros militares do Distrito Federal já está na Chapada Diamantina para apoiar as ações de combate aos incêndios na região. O grupo chegou no Aeroporto de Lençóis, na tarde desta terça-feira (15), a bordo de um avião Hércules das Forças Armadas. Sua atuação na luta contra o fogo é resultado da articulação da Casa Civil do Estado, por meio da Defesa Civil baiana, com a Defesa Civil Nacional.

Para reforçar o combate ao fogo, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) contratou mais dois helicópteros, um deles começou a atuar na cidade de Jacobina ainda na tarde de ontem. Foram investidos, também pelo governo estadual, R$ 500 mil na compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de combate ao fogo, como luvas, máscaras, abafadores, mochilas costais, facões, foices, pás, enxadas e fardamento. Uma parte do material foi entregue para brigadistas voluntários na última segunda-feira (14), no grupamento do Corpo de Bombeiro de Lençóis.

Atualmente, a operação coordenada pelo programa Bahia Sem Fogo, do Governo do Estado, conta com 106 bombeiros militares, 40 brigadistas, oito peritos, quatro veículos tracionados (4×4), cinco helicópteros e seis aviões modelo air tractors (capazes de transportar até 3,8 mil litros d´água).

"É importante a parceria de todos para que, juntos, possamos ter maior efetividade nas ações de combate. Toda a estrutura (aeronaves, equipamentos e veículos) está sendo utilizada para fortalecer esse trabalho. Atuamos conjuntamente com outros órgãos e instituições", afirmou o titular da Sema, Eugênio Spengler, que conta com a atuação na região dos órgãos do Governo Federal.