A Oficina de Robótica do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), localizado no bairro de Nazaré, Salvador, vem desenvolvendo projetos que proporcionam aos participantes o aprendizado teórico e prático do tema. Com uma turma composta por 20 estudantes, a oficina já tem dado bons resultados entre os participantes. No início de dezembro, seis estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Controle e Processos Industriais Newton Sucupira, que fazem a oficina, participaram da etapa regional do Torneio de Robótica First Lego League, no Senai Cimatec, em Salvador.

A escolha da equipe para competir no torneio foi feita com base na idade limite do evento, que era de 16 anos. “A competição é muito importante para os estudantes, porque existe muito aprendizado e troca de experiências, principalmente por contar com participantes de outros estados,” explicou o professor da Oficina, Elton Barreto.

Ele conta que o evento teve duas categorias, divididas em projetos de pesquisa e prático. “Na primeira, fomos bastante elogiados, quando propomos que cada embalagem dos produtos já viesse com os adesivos correspondentes à sua classificação de reciclagem,” ressaltou. Nas competições práticas, as equipes utilizaram um robô controlado para executar missões, entre elas, simular a retirada do lixo do meio ambiente. “Utilizamos plataformas de programação de robótica para programar o robô desenvolvido na Oficina. Todos os estudantes participam da produção e confecção”, contou Elton.

A estudante Laimane Moreira Varjão Santos relata sua participação no evento e a oportunidade de aprender sobre robótica. “O trabalho coletivo é o que mais contribuiu para meu crescimento pessoal. Outro destaque é o próprio tema. Não se encontra com facilidade um curso de Robótica gratuito para estudantes da rede pública. É uma excelente oportunidade, e espero continuar aprendendo cada vez mais”, diz.

Centro Juvenil

Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são uma iniciativa da Secretaria de Educação do Estado para promover a ampliação da jornada escolar e a diversificação do currículo dos estudantes. As atividades são feitas de forma lúdica em ambientes interativos. O CJCC, que conta com duas unidades no estado (Salvador e Senhor do Bonfim), cumpre um papel de extensão em relação à educação formal e amplia o acesso de estudantes baianos às temáticas culturais e científicas modernas. Para o primeiro semestre de 2016, estão previstas a inauguração das unidades de Vitória da Conquista, Barreiras e Itabuna.

Ascom/Secretaria de Educação do Estado