Benedito Ferreira de Freitas, 64 anos, acaba de realizar o sonho de lançar um livro com poemas rimados e cantados, inspirados na literatura de cordel. Ele é um dos estudantes da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), do Colégio Professor George Fragoso Modesto, que funciona na Penitenciária Lemos Brito, em Salvador. O livro intitulado “Natureza, Vida e Versos” foi lançado nesta terça-feira (15), na unidade escolar.

Nascido e criado na roça, no interior da Paraíba, o estudante conta que a inspiração para o livro veio de sua paixão pelos cordéis que costumava ler na infância, influenciado pelo pai. “Sempre gostei de ler e neste livro coloco meus sentimentos, vivências e reflexões sobre o mundo e sobre a minha vida”, destaca o autor.

Na obra, são abordados temas como natureza, educação, política, costumes da vida rural, religião, futebol, união conjugal e o tempo. “Os textos do livro são repentes de improviso rimados e que tornam a leitura mais leve e simples, porque escrevi com naturalidade e com toques de humor”, explica Benedito de Freitas.

O autor acredita que o livro vai despertar o leitor para os temas abordados. “incentivo as pessoas a serem mais realistas e sinceras, a fugirem da ilusão e alerto sobre a necessidade de cuidar da natureza e de se relacionar bem com as pessoas”, afirmou o estudante, que acrescenta: não vai parar por aí. “Quero começar a escrever um novo livro contando minha história de vida, sobre as dificuldades enfrentadas, lembranças da minha época de criança e superação”.

Segundo a diretora da unidade escolar, Maria das Graças Barreto, Benedito de Freitas sempre se destacou com as palavras. “Ele tem muita facilidade com a escrita e, por conta disso, irá receber menção honrosa por sua atuação no projeto Tempos de Arte Literária (Tal), por ter sido finalista da etapa regional e classificado para a fase estadual do Tal. Ele é um estudante que tem muito talento e serve de inspiração para outros jovens e adultos como ele”, destaca a gestora.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado