Aberto ao público, o 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual – o maior entre as redes estaduais do Nordeste, tem início nesta quarta (2), às 8h30, e segue até sexta-feira (4), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os estudantes finalistas do Festival Anual da Canção Estudantil (Face) e do projeto Tempos de Arte Literária (TAL) participam de oficinas e cursos preparatórios na capital baiana. A banda Cidade Negra se apresentará no encerramento do encontro.

O Face e o TAL são apenas dois dos projetos que irão reunir mais de quatro mil alunos da rede estadual no 4º Encontro Estudantil. As criações estudantis desenvolvidas nas escolas serão apresentadas ainda na 8ª Mostra de Artes Visuais Estudantis (AVE), 4ª Mostra das Aventuras Patrimoniais (EPA), 3ª Mostra de Vídeos Estudantis (Prove), 2ª Mostra de Dança Estudantil (Dance) e 2ª Mostra de Canto Coral Estudantil (Encante).

O governador Rui Costa e o secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, devem participar da abertura. Mais do que prestigiar a arte, o esporte, a inovação e as tecnologias sociais produzidas pelos estudantes, o público também pode participar diretamente das experiências, como o Simulador de Voo (ver a ciência dentro de uma cabine de avião), a Caixa Preta (instalação artístico-científica que gira em torno da luz e escuridão) e ainda acompanhar apresentações de corais e fanfarras escolares.

Durante o evento são reveladas experiências criativas estudantis, que são incentivadas por políticas públicas implementadas pelo Governo do Estado, a partir do programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação.

Durante os três dias, a Arena Fonte Nova estará voltada à música, artes visuais, literatura, cinema, patrimônio, esportes, dança, ciências, Matemática, educação profissional, educação de jovens e adultos, entre muitas outras ações formativas e educativas, por meio de projetos estruturantes desenvolvidos nos contextos escolares.

A programação do evento inclui ainda os Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp), a Feira de Ciência e de Matemática, o Encontro e Feira de Tecnologias Sociais da Educação Profissional, além de experiências desenvolvidas no Centro Juvenil de Ciência e Cultura, pela Rede Anísio Teixeira e o Programa Todos pela Alfabetização (Topa). A programação completa pode ser conferida no Portal da Educação.