A mostra artística de encerramento das atividades do ano do Curso Preparatório da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) levou ao palco do Teatro Castro Alves (TCA) cerca de 500 crianças e adolescentes de 10 a 17 anos. O espetáculo ocorreu na noite no último domingo (6) e contou com a presença de mais de 1,5 mil pessoas, entre familiares dos dançarinos, gestores e profissionais da dança que foram prestigiar o evento. As coreografias, organizadas em seis blocos, tiveram como tema a origem do mundo, no espetáculo intitulado Mitos da Criação.

A diversidade cultural enquanto patrimônio comum da humanidade foi também a proposta artística e conceitual do evento. “A destruição de culturas é um crime, e a uniformidade é um impasse: nosso objetivo é valorizar, em um único movimento, a diversidade que nos enriquece e os direitos humanos que nos unem”, reforçou um trecho da mensagem levada para o público.

A direção artística do espetáculo foi da coordenadora do Curso Preparatório, Mayra Nascimento, e da professora Roquidélia Santos. As coreografias ficaram por conta dos professores da Escola Andrea Vilaça, Denise Torraca, Eberth Vinícius, Ísis Carla, Jamile Souza, Maíra D’Natali, Marília Daniel, Matheus Ambrozi, Mestre Zambi, Nilmara Rocha, Patrícia Leitão, Raíssa Biriba, Roquidelia Santos, Simone Lisete, Soter Xavier e Tariana Costa. Já o figurino, que preencheu o espetáculo com cores e formas que representavam as diferentes mitologias, teve a concepção de Denny Neves.

A Escola

A Escola de Dança faz parte do Centro de Formação em Artes (CFA) da Funceb, entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult). A mostra artística é um evento que incentiva a criação e visa o aprimoramento técnico e artístico.

Fundada em 1984, a Escola de Dança constituiu-se como a primeira escola pública do gênero no país. A instituição atende uma média anual de 1,5 mil alunos, entre crianças, jovens e adultos, em especial afrodescendentes, oriundos de escolas públicas e moradores de bairros populares. Atua na iniciação, formação técnica e qualificação em dança, com os benefícios da prática artístico-cultural.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fundação Cultural do Estado da Bahia.