O projeto ‘Conversas Plugadas’, realizado pelo Teatro Castro Alves (TCA), promove a terceira edição de 2015, nesta quinta-feira (3), trazendo como convidado, desta vez, o cartunista e designer Nildão para um bate-papo, onde ele vai falar sobre sua trajetória de mais de 30 anos e os trabalhos prossegue desenvolvendo em múltiplas linguagens como cartum, grafite, design e poesia.

Nildão, como cartunista, foi premiado em vários Salões de Humor e possui 17 livros publicados nos gêneros cartum, grafite e poesia, onde o humor é o fio condutor das narrativas. O bate-papo tem entrada gratuita, com distribuição de senhas, a partir de uma hora antes do evento, até a lotação do espaço.

Logo após o bate-papo, ele recebe o público para o lançamento da reedição do livro de cartum ‘É Duro Ser Estátua’. A publicação, lançada originalmente em 2001, foi selecionada pelo Edital Setorial de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e ganhou reedição colorida e em novo formato.

O livro é composto essencialmente de cartuns líricos e lúdicos que aborda temas universais como a liberdade e o amor. São 56 cartuns coloridos, em formato postal numa linguagem não verbal e atemporal. Segundo Nildão, que não publica cartuns há muito tempo, o livro é uma síntese do seu trabalho como cartunista, “onde a doçura e a delicadeza dialogam com a arrogância e a sanha destruidora da natureza humana”. Será vendido ao preço promocional de lançamento por R$ 30.

Conversas plugadas

Criado para promover o intercâmbio entre a sociedade e profissionais de grande excelência no campo das artes, o projeto Conversas plugadas completou oito anos em março de 2015. Ao longo do tempo, o recebeu nomes como Inês Borgéa, diretora da São Paulo Cia de Dança, a coreógrafa Deborah Colker, os escritores angolano e moçambicano José Eduardo Agualusa e Mia Couto, respectivamente, o cantor e compositor Jorge Mautner, as atrizes Claudia Raia e Luana Piovanni, o ator mexicano Chico Díaz, o diretor de teatro francês Philip Boulay, a diretora de arte Vera Hamburguer, o rapper Emicida, a jornalista e escritora gaúcha Eliane Brum, entre outras personalidades.

Fonte: Ascom/ Teatro Castro Alves (TCA)