Onze bases comunitárias de segurança (BCS) recebem, a partir da próxima segunda-feira (16), o atendimento especial do SAC Móvel, com a emissão da segunda vida das carteiras de identidade e de trabalho, CPF e certidão negativa de antecedentes criminais, além dos serviços da Previdência Estadual, como o recadastramento de pensionistas, e da Ouvidoria-Geral. O objetivo da iniciativa é ampliar para os cidadãos baianos o acesso aos documentos básicos essenciais ao exercício da cidadania.

Este é a segunda edição do projeto em 2015, que nos meses de maio a junho visitou 17 bases da capital e do interior. Desta vez, o roteiro de visitas tem início no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), de segunda a sexta (16 a 20), na Rua Vasco da Gama, próximo à base comunitária da localidade. O atendimento acontece das 8 às 13h, com a distribuição de 130 senhas para o documento de identidade e 50 para a carteira de trabalho. Os demais serviços não terão limite de senhas.

Depois de Itinga, ainda neste mês, serão visitadas as bases do Bairro da Paz (23 a 27), Rio Sena (30). Em dezembro, o atendimento no Rio Sena continua até o dia 4, seguido da Fazenda Coutos (7 a 11), São Caetano (14 a 18), Calabar (21 a 30). Em janeiro, o SAC Móvel estará no Uruguai (4 a 8), Águas Claras (11 e 12), Nordeste (14 e 15), Santa Cruz (18 a 22) e Chapada (25 a 29).

Para o capitão Bruno Ramos, porta-voz da Polícia Militar, o atendimento do SAC Móvel às bases comunitárias vem ampliar o leque de serviços oferecidos pelo Estado à população baiana. O secretário da Administração, Edelvino Góes, reitera a opinião, afirmando que “a Rede SAC tem como prioridade a oferta de serviços de qualidade à população baiana e também o fomento à cidadania”, objetivos que estão em consonância com as diretrizes estaduais.

Para mais informações sobre as rotas do SAC Móvel e horários de atendimento, a Secretaria da Administração (Saeb) disponibiliza o site da Rede SAC e os números 0800 071 5353 (telefone fixo) e 4020 5353 (telefone móvel).

Fonte: Ascom/ Secretaria da Administração do Estado (Saeb)