Com a participação da comunidade, o programa Vigilância Participativa foi lançado pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA) no bairro do Alphaville, em Salvador, na tarde desta terça-feira (17). O projeto é executado pelo Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos com o slogan ‘Polícia e Comunidade na Corrente do Bem’. O principal objetivo é prevenir e evitar que o crime aconteça.
“Esse programa faz parte do Pacto Pela Vida e tem como referência utilizar instrumentos de aproximação com a sociedade. Tem como fundamentação a participação dos condomínios, dos síndicos e da sociedade organizada e só acontece se houver a manifestação da comunidade”, explica o comandante-geral da PM-BA, coronel Anselmo Brandão.
O presidente da Associação Alphaville Empresarial 1, Alex Fialho, conheceu a iniciativa através da mídia e buscou com a PM-BA a implantação do projeto no bairro. “Firmamos essa parceria com a Polícia Militar para que possamos dar mais segurança aos nossos associados e moradores, para uma melhor condição de vida e uma melhor segurança”, afirma Alex Fialho. 
Capacitação 
A implantação do projeto em Alphaville incluiu também a capacitação de 144 porteiros do complexo de prédios do bairro. Ainda neste mês, outros 74 porteiros do condomínio de casas serão capacitados. “Pela primeira vez, tive um curso com a PM e foi bastante proveitoso. Daí para a frente é só melhora para a gente em relação à segurança”, disse o porteiro Renival Brito. 
De acordo com o coronel Anselmo Brandão, além da capacitação dos porteiros, o programa prevê reuniões com líderes da comunidade, quando serão apresentadas as demandas do bairro. A partir daí, a PM realiza o trabalho de monitoramento juntamente com os porteiros e a comunidade. 

Mais segurança 
Durante o lançamento, o major PM César Castro, comandante da 82° Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que é responsável pela área, explicou como vai funcionar a parceria. “O programa vai ser feito com a participação da nossa unidade atendendo as necessidades do Alphaville e as demandas de ocorrência aqui no bairro, diminuindo o tempo de resposta”. 
Os moradores aprovaram a iniciativa. “Eu achei excelente. Moro aqui há 3 anos e é a primeira vez que vejo essa parceria se firmar”, conta Franco Sabino. Para a moradora Vilma Medeiros, a parceria é uma forma da PM manter mais um laço com a sociedade e também de “nos sentirmos mais protegidos”. Depois da Pituba e de Alphaville, o bairro do Costa Azul será o próximo a firmar a parceria com a PM.
Repórter: Lorena Correia