Oficinas de simulação do curso de ‘Explosivista Técnico Policial’, ministrado pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), serão realizadas nesta sexta-feira (6), às 18h, na sede do Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, município da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Durante todo o dia estão acontecendo cinco oficinas, com a simulação do uso de artefato colocado em caixa eletrônico, em mochila abandonada em palácio de autoridade, dentro de uma casa e numa caixa suspeita dentro de uma creche. A turma, composta por 18 policiais militares, sendo cinco de outros estados, será avaliada como uma espécie de prova final.

O curso tem o objetivo de capacitá-los para conhecer, neutralizar e remover qualquer tipo de explosivo de baixa ou alta periculosidade. São 300 horas de instruções e oficinas com aulas teóricas e práticas, que exigem agilidade e precisão durante as ocorrências que utilizam artefatos, agentes químicos e radiológicos. A conclusão do curso será no próximo dia 10, no auditório do Parque Tecnológico da Bahia, Avenida Paralela, em Salvador, onde serão entregues os certificados aos novos policiais militares explosivistas.

Fonte: Ascom/Polícia Militar da Bahia (PMBA)