Alunos do Curso de Formação para Delegados, Escrivães e Investigadores da Academia de Polícia Civil (Acadepol), assistiram a um ciclo de palestras jurídicas, na tarde desta terça-feira (24), que teve como tema central a ‘Justiça Restaurativa’. As atividades ocorreram nos auditórios do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Segundo a diretora da Acadepol, delegada Kátia Brasil, é importante apresentar o tema aos alunos por tratar de uma prática, ainda pouco conhecida no Brasil, que tem alcançado bons resultados em diversos países. “O objetivo é solucionar conflitos por meio da conciliação entre o infrator e a vítima”.

No ciclo de palestras a delegada Déa Carla Nery falou sobre ‘Polícia restaurativa – propostas para o exercício da segurança pública cidadã’, e a desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus abordou o tema ‘A Justiça Restaurativa como nova política pública”. As promotoras de Justiça Cristina Goulart e Selma Santana falaram sobre ‘A complexidade do ser humano’ e a ‘Justiça Restaurativa – um sistema penal mais humano e democrático’, respectivamente.

A Aula Inaugural do Curso de Formação da Polícia Civil aconteceu, no dia 11 de agosto, no Salão Íris do Fiesta Bahia Hotel, no bairro do Itaigara. Na ocasião, o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, fez palestra enfocando o programa estadual Pacto pela Vida. Os novos delegados, escrivães e investigadores concluem a formação em dezembro próximo.

Fonte: Ascom/Polícia Civil da Bahia