Uma experiência exitosa de dimensionamento da força de trabalho em grandes hospitais motivou a visita ao Hospital Geral Roberto Santos, nesta quarta-feira (18), de um grupo integrado por técnicos da Escola de Saúde Pública de Andaluzia, comunidade autônoma da Espanha, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). O objetivo é desenvolver uma metodologia para identificação de boas práticas a partir de experiências como a do HGRS.

Recepcionados pelo diretor-geral do HGRS, Antônio Raimundo Pinto de Almeida, os técnicos assistiram uma explanação sobre o funcionamento e dinâmica do hospital e o trabalho desenvolvido para a otimização dos serviços prestados à população. “Estamos reestruturando os serviços. O olhar da Sesab é no sentido de recuperar todo esse equipamento hospitalar e devolvê-lo à comunidade. Muita coisa já melhorou, mas o trabalho é imenso”, disse o gestor, detalhando as ações já desenvolvidas.

A experiência do HGRS/Sesab é uma das seis visitadas pela Escuela Andaluza de Salud Pública (Easp), parceira da Opas e do Ministério da Saúde, no trabalho de análise e identificação de boas práticas em saúde voltadas ao desenvolvimento de metodologias, como afirmam Cristiane Gosch, da Opas, e Larissa Coutinho, do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde (Degerts), do Ministério da Saúde. A Easp esteve representada pelos técnicos Ángel Mena, Inmaculada Asensio e Amélia Martín.

Manual

“No Roberto Santos foi feito desde o piloto do trabalho até a validação final dos parâmetros para o estado da Bahia”, informou o diretor da Diretoria de Gestão da Educação e do Trabalho na Saúde (Dgets), Bruno Guimarães de Almeida. O órgão é vinculado à Superintendência de Recursos Humanos da Saúde ( Superh) da Sesab. O trabalho, iniciado em 2010 e concluído em 2013, resultou no Manual de Planejamento da Força de Trabalho em Saúde, como parâmetro para dimensionamento de hospitais gerais.

A experiência – Dimensionamento da Força de Trabalho nas Unidades Assistenciais da Rede Própria da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia – recebeu o Prêmio Inovasus (Inovação na Gestão do Trabalho em Saúde e valorização de boas práticas) e agora é conhecida mais detalhadamente pelos técnicos da Escuela Andaluza de Salud Pública pelo potencial de contribuir com o melhoramento de práticas de gestão do trabalho em saúde.

Bruno Almeida e outras duas técnicas da Dgets, Cíntia Conceição e Aline Maciel, acompanharam o grupo na visita a alguns setores do Hospital Roberto Santos, em particular, à Emergência Adulto, que registra as intervenções mais significativas feitas pela diretoria na unidade nos últimos meses. Além de dependências e enfermarias da Emergência, os visitantes encontraram com uma equipe do programa de humanização, o PermanecerSUS, que teve o trabalho ‘Experiência do SUS que dá certo’ premiado concorrendo com mais de 280 trabalhos de todo o País.

Fonte: Ascom/Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)