O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), vinculado à Secretaria do Meio Ambiente (Sema), prevê para este final de semana céu encoberto e chuvoso na maior parte da faixa centro-sul e oeste da Bahia. Já, no centro norte, o céu deve parcialmente nublado a claro.

A temperatura alta (de até 40◦C) e a umidade vinda da Região Amazônica podem intensificar a chuva, principalmente no oeste baiano e no Vale do São Francisco, com possibilidade de trovoada. No sul do estado também pode ocorrer trovoada em decorrência da alta temperatura na região (máxima de até 32°C) e da passagem de uma frente fria pelo litoral do Sudeste brasileiro.

De acordo com o Inema, devido à influência da massa de ar quente e seco, principalmente na faixa centro-norte, há pouca chance de ocorrer chuva na região. Ainda assim, a instabilidade ocasionada pela frente fria pode trazer chuva fraca para algumas áreas, sobretudo, na Chapada Diamantina.

Outro reflexo da permanência da massa de ar é a elevação da temperatura, especificamente nas regiões norte e nordeste, onde a máxima pode chegar aos 39°C. Em Salvador e área metropolitana, onde a temperatura continua alta (mínima de 24°C e máxima de 34°C), a previsão é de céu parcialmente nublado a claro na maior parte do período.

Maré

Desta sexta-feira a domingo (27 e 29), a maré deve alcançar altura máxima, das 4h às 6h e das 16h às 18h, variando de 1,9 a 2,9 metros. A altura mínima ocorre das 10h às 12h e das 22h à zero hora, oscilando de 0,1 a 0,6 metro. As ondas previstas devem ter agitação fraca com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Radiação Ultravioleta

Estação de transição entre o inverno e o verão, a primavera é caracterizada nas primeiras semanas por temperatura mais amena e tempo seco (típica do inverno). Da metade para o final da estação, a temperatura se eleva e a chuva fica mais intensa (típica de verão).

Também é na primavera que acontece maior incidência de radiação solar e, consequentemente, elevação dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUVs), situação prevista para este final de semana, quando os IUVs deverão variar de 12 a 14.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), esses índices fazem parte da categoria de intensidade ‘Extrema’, o que exige maior cuidado quanto à exposição prolongada ao sol, principalmente, das 10h às 16h, quando é recomendado uso de protetor/filtro solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupas leves.

Fonte: Ascom/Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema)