Acontecerá na próxima quinta-feira (26), a partir das 8h30, no Centro Cultural da Câmara de Vereadores, em Salvador, o lançamento da Campanha “Quem Ama Abraça – Fazendo Escola”. O evento é uma das ações programadas para a Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM). O objetivo da campanha é promover uma inclusão dos temas de relações de gênero e de enfrentamento à violência contra as mulheres na educação de alunos do ensino fundamental de escolas públicas estaduais.

Estarão presentes a secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana, e o superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, o professor Eliezer Santos da Silva. Na ocasião, será realizada uma palestra da coordenadora executiva da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh), Schuma Schumaher, sobre a importância da inclusão das instituições de educação no enfrentamento à violência contra meninas e mulheres.

A metodologia da campanha é que a temática seja introduzida na sala de aula através de um gibi, para facilitar a abordagem do tema para os alunos, e de um manual direcionado aos professores, que reunirá textos sobre gênero, violência e o ambiente escolar; as múltiplas formas de violência contra a mulher; os indicadores econômicos, raciais e de deficiências que intensificam a violência; a Lei Maria da Penha e a rede de proteção à mulher em situação de violência, dentre outros temas que os qualificarão para o ensino sobre as relações de gênero.

O lançamento é uma realização da SPM, da Secretaria da Educação da Bahia e da Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Bahia. Já a campanha, faz parte das ações do Pacto de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, coordenado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

16 Dias de Ativismo

Com início no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, até o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a campanha é uma mobilização mundial, que acontece anualmente. O Poder Público e diversos atores da sociedade civil atuam de forma engajada durante o período, lutando pelo enfrentamento à violência contra as mulheres.

A primeira edição aconteceu em 1991. Atualmente, mais de 160 países participam do movimento, que tem como objetivo apresentar dados, debater o assunto e lutar pelo fim da violência sofrida por mulheres de todo o mundo. Na Bahia, a campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres começou no dia 20 de novembro, já que, no Brasil, o início é antecipado para o Dia Nacional da Consciência Negra, para enfatizar a dupla discriminação sofrida pela mulher negra.

No estado, será realizada uma série de atividades para fortalecer a campanha. A SPM realizará ações de diversas vertentes e com diversos públicos, no intuito de combater a violência contra as mulheres das mais variadas formas.