Coordenada pelo Ministério da Justiça (MJ), a Operação Brasil Integrado – Proteção à Vida, realizada nas últimas terça e quarta-feira (17 e 18), na Bahia e nos demais estados nordestinos, além de Goiás e Distrito Federal, teve como foco o trabalho preventivo para redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Em Salvador, região metropolitana e interior do estado atuou o efetivo de 1.080 policiais, entre militares, civis e rodoviários federais, os quais cumpriram mandados de prisão, busca e apreensão – eles também realizaram abordagens.

Armas, munição e drogas

Na ação foram presas 11 pessoas acusadas de envolvimento em homicídios e tráfico de drogas, entre eles, Jonathan Santos Campo e Laércio Neves dos Santos, que agiam na região do Bonfim, na capital baiana. A polícia apreendeu sete espingardas, um revólver calibre 38 e munições, além de maconha, cocaína e crack.

Nos pontos de bloqueio passaram por revista 8.653 pessoas e foram vistoriados 3.992 veículos (ônibus, caminhões, carros e motocicletas). “É importante realizarmos operações com outras polícias, pois sabemos que existem quadrilhas com ramificações em vários estados”, ressaltou o titular da SSP, Maurício Teles Barbosa. Ele disse ainda que, na Bahia, essa metodologia de trabalho já é colocada em prática e sempre rende bons desempenhos.

Fonte: Ascom/Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP)