Setores como transportes, indústria, agricultura e turismo da região sul da Bahia são beneficiados com o Gasoduto Itabuna/Ilhéus e a construção da ponte Ilhéus-Pontal, sobre o Rio Cachoeira, além da implantação do sistema viário na BA-001. Em visita ao município de Ilhéus, na manhã desta segunda-feira (9), o governador Rui Costa inaugurou oficialmente o gasoduto e autorizou a nova licitação para a ponte. 
Totalizando investimentos de cerca de R$ 180 milhões, essas intervenções fortalecem a economia da região, promovendo o desenvolvimento dos municípios e melhorando a qualidade de vida dos baianos. Ainda em Ilhéus, o governador assinou ordem de serviço para o início das obras do Hospital da Costa do Cacau.
“Publicando a nova licitação da ponte, a região do cacau volta a ter expressivos investimentos e a gerar empregos. Hoje é um dia feliz porque esses recursos públicos e também privados começam a incentivar a retomada da produção do fruto característico desses municípios. Além do gasoduto que dá às duas cidades a capacidade de atrair novas indústrias e empresas que utilizem como combustível o gás [natural]. Isso traz mais otimismo para novas empresas e novos empregos", explicou Rui Costa.
Gasoduto
Com o descerramento da placa do Gasoduto Itabuna/Ilhéus, o governador marca a inauguração oficial do equipamento, que está operando desde junho deste ano, três meses antes do prazo previsto para o término das obras. Esse é o maior investimento com participação do Governo do Estado na região sul e a maior obra já executada pela Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás), num investimento de R$ 56 milhões nos 37 quilômetros de extensão.
De acordo com o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, o empreendimento faz parte das propostas do Governo do Estado de levar desenvolvimento para o interior e diversificar a matriz energética do estado. "Durante um ano e meio, desde a construção, geramos cerca 300 empregos, entre diretos e indiretos, uma movimentação na intenção de expandir a cobertura e consolidação da rede na Bahia. Essa obra nos permite atender diferentes empreendimentos, postos de combustível, indústria, hotéis e residências. Representa também economia para o povo baiano, além do desenvolvimento”, afirmou Gavazza. 
Atendendo inicialmente à demanda de quatro indústrias instaladas no Distrito Industrial de Ilhéus, o gasoduto também é importante para o abastecimento dos setores industrial, comercial, residencial e veicular, além dos empreendimentos previstos para serem instalados na região, como o Porto Sul e a Zona de Processamento de Exportação. Numa segunda fase, o equipamento ainda será responsável pelo abastecimento do gás natural para a região urbana de Ilhéus. Construído em aço carbono, o gasoduto tem a capacidade para escoar até 300 mil metros cúbicos por dia de gás natural.
Segundo o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, os investimentos do Governo do Estado na região não se encerram nas grandes estruturas. "Estamos lançando um projeto para ajudar em 30% do financiamento da conversão para o gás natural em mil veículos de táxi, na cidade de Ilhéus. Junto com a ponte, essas obras, não tenho dúvidas, mudam a cara das cidades do sul e levam mais desenvolvimento para os baianos", disse o secretário.
Ponte
Além da inauguração do gasoduto, o governador Rui Costa autorizou a Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia –  órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) – a realizar nova licitação para a construção da ponte sobre o Rio Cachoeira, ligando Ilhéus – Pontal, além da implantação do sistema viário da BA-001.
A ponte com 497 metros de extensão e o sistema viário fortalecem principalmente as atividades da agricultura cacaueira e do turismo. As obras beneficiam 511 mil moradores dos municípios de Ilhéus, Itabuna, Una,  Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca.

Repórter: Anna Larissa Falcão