A inauguração das novas instalações da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), no campus Jorge Amado, e a assinatura da ordem de serviço para início da construção da Barragem do Rio Colônia, ambos no município de Itabuna, na tarde desta segunda-feira (9), ampliam os investimentos do Governo do Estado no sul da Bahia. 
Acompanhado do reitor da universidade, Naomar Almeida Filho, o governador inaugurou o auditório e os pavilhões de aula e administrativo, além de laboratórios, 12 salas de aulas, biblioteca e estruturas acadêmicas administrativas para os estudantes. O campus Jorge Amado tem capacidade para atender 1.440 alunos em três turnos. 
No evento, Rui Costa destacou a importância da descentralização dos investimentos e das riquezas do estado, que historicamente se concentravam na Região Metropolitana de Salvador (RMS). "Estamos fazendo um esforço muito grande para manter as nossas [universidades] estaduais, e o governo federal devia ao povo baiano mais vagas do ensino superior. Hoje é com prazer e orgulho que comemoramos a federal aqui em Itabuna, porque é resultado de um esforço extraordinário conjunto de diversas forças, em conjunto com o Governo do Estado", disse. 
O governador acrescentou que "nos últimos anos, saímos de uma para seis universidades federais. Isso é motivo para comemorar". Ele ainda lembrou a inauguração do campus da UFSB em Porto Seguro, que acontece em dezembro, e o campus de saúde em Teixeira de Freitas, que será implantado em uma área pertencente ao antigo Derba. 
Segundo Naomar, a universidade – inaugurada em setembro de 2014 – já possui 1.610 alunos matriculados. "A nossa instituição está ligada ao povo do sul do estado, os alunos mantêm atividades intensas no campus, a região nos ‘abraçou’. O modelo tem uma avaliação muito boa nas cidades. Estamos mobilizados para captar mais estudantes e não temos dúvidas sobre a qualidade do ensino e dos profissionais que temos aqui", disse. Na cerimônia, o reitor também pediu aos deputados presentes uma união pela melhoria e reforço do ensino público baiano, com maior número de professores para uma quantidade maior de alunos.
Barragem do Rio Colônia 

Durante a cerimônia, Rui Costa ainda assinou ordem de serviço para início da construção da Barragem do Rio Colônia, que vai beneficiar mais de 350 mil baianos, como compromisso do Governo do Estado de reforçar o Sistema de Abastecimento de Água de Itabuna. A barragem recebe investimento de mais de R$ 108 milhões para abastecer principalmente os municípios de Itabuna e Itapé. 
"Fizemos uma nova licitação e agora a construção será realizada e pretendemos avançar, porque com a barragem pronta precisaremos de adutora e de um sistema de abastecimento e saneamento para melhorar a qualidade de vida da população ", disse Rui Costa.
A barragem vai permitir a regularização da distribuição de água em Itabuna, além de revitalizar os rios Cachoeira e Colônia, controlar as cheias no Rio Cachoeira, aumentar a produção de pescados e melhorar a qualidade da água. De acordo com o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, também presente no evento, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) já iniciou os estudos para construção de um adutora destinada à melhoria do abastecimento no município. 
As obras somam-se aos cerca de R$ 180 milhões em equipamentos, obras e licitações entregues pelo governador Rui Costa na manhã desta segunda, no município de Ilhéus.
Repórter: Anna Larissa Falcão