Tatame, faixa e quimono farão parte do cotidiano de 200 alunos de escolas públicas do município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Eles vão participar do Projeto Avança Judô apresentado, na tarde desta terça-feira (24), no Centro Pan-Americano de Judô (CPJ), onde as aulas serão ministradas.

Participaram do encontro diretores e professores de Educação Física de 13 escolas do entorno do CPJ. Na oportunidade, foram apresentados o cronograma e a metodologia do projeto, uma parceria entre a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) e a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Segundo a gestora de projetos da confederação, Isabele Duran, os alunos que irão participar do projeto serão encaminhados pelas escolas após indicação prévia dos professores de Educação Física. As aulas começam no dia 30 deste mês.

Inicialmente a oferta é de 100 vagas para jovens de 14 a 16 anos. As 100 restantes serão preenchidas no decorrer do próximo ano. Os alunos devem ter frequência regular na escola – são reservadas às meninas 40% das vagas.

O titular da Setre, Álvaro Gomes, ressaltou que “além de ser um equipamento de referência e receber competições de alto rendimento, o CPJ vai cumprir seu objetivo social, oferecendo aulas de judô para os jovens do seu entorno”.

Também participaram do encontro o vice-presidente da Confederação Brasileira de Judô, Marcelo França, a diretora-geral da Setre, Nair Prazeres, o coordenador de Esportes da Setre, Dorival Santana e o diretor do Núcleo Regional de Educação 26 da Secretaria de Educação, Luiz Henrique Peixoto.

Fonte: Ascom/Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre)