Para quem via a presença da Base Comunitária de Segurança (BCS) no bairro do Uruguai com receio, a iniciativa das aulas de piano do soldado Alcântara surpreendeu. "Ele mudou o nosso ver, a gente pensava que policial é tudo igual, e não é isso. A gente mudou essa visão que sempre teve", explicou Quezia de Jesus, uma das alunas do PM.
O soldado Alcântara e os alunos de piano fazem parte da série especial de vídeos produzidos pela Secretaria de Comunicação Social do Governo da Bahia (Secom) sobre histórias e personagens que mostram o poder da transformação pela educação.
Sem limites de idade ou de escolaridade, o Projeto Piano no Uruguai atende quem tiver interesse em aprender. Em uma parceria com o Espaço Cultural Alagados, onde acontecem as aulas, o soldado diz que a postura e atitude dos alunos já mudaram. "Quando eu chegava aqui eles esperavam eu falar, falar, falar. Quando iam tocar no piano tremiam, ficavam com vergonha. Hoje eles brigam para ver quem será o primeiro", falou Alcântara, com orgulho dos alunos
As aulas mudam a ideia da comunidade sobre os policiais e ajudam na formação de uma sociedade melhor. Para a tenente Carla Elis, comandante da BCS do Uruguai, esse é o verdadeiro objetivo do projeto. "Seria ótimo se conseguíssemos formar grande músicos aqui, mas o objetivo maior é formar grandes cidadãos", falou.