Sediado em Brasília, o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras congrega atualmente 70 universidades brasileiras – 50 federais e 15 estaduais, já incluindo a Universidade do Estado da Bahia (Uneb). O ingresso da instituição no grupo ocorreu no VII Seminário Internacional e VIII Assembleia Geral do GCUB, na última semana, na Universidade de Manchester.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) teve aprovado o ingresso no Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), reconhecida entidade que tem a missão de fomentar a internacionalização universitária por meio de programas e ações de cooperação internacional.

Sediado em Brasília, o grupo congrega atualmente 65 universidades brasileiras – 50 federais e 15 estaduais, já incluindo a Uneb. A associação da Universidade do Estado da Bahia ao grupo ocorreu no VII Seminário Internacional e VIII Assembleia Geral do GCUB, realizados na última semana na Universidade de Manchester, Reino Unido.

No seminário, o reitor da Uneb, professor José Bites, representou a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), que reúne 45 instituições de ensino superior em 22 estados do País.

“As universidades estaduais e municipais do Brasil atendem atualmente mais de 700 mil estudantes, em 2,3 mil cursos de graduação e 1,3 mil programas de pós-graduação, exercendo papel fundamental na inclusão social e no acesso à educação superior de segmentos da população historicamente mais vulneráveis”, afirmou.

Iniciativas articuladas pelo GCUB:

– Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI), da Capes/MEC
O objetivo é a elevação da qualidade da graduação no Brasil, priorizando a melhoria do ensino dos cursos de licenciatura e a formação de professores;

– Programa de Alianças para a Educação e a Capacitação (Paec), da Organização dos Estados Americanos (OEA)
Oferece bolsas para estudos acadêmicos a países da região e de outros continentes;

– Projeto Alisios (Academic Links andStrategies for theInternationalisationoftheHigherEducation Sector)
Visa melhorar a cooperação acadêmica entre instituições europeias e brasileiras.

Fonte: Ascom/Universidade do Estado da Bahia (Uneb)