Conhecer e valorizar a história local por meio do resgate da memória histórico-cultural. Esse foi o tema principal do 1º Seminário Quilombola ‘Sim, por que não?’, realizado na quinta-feira (5), no Colégio Estadual Antônio Sérgio Carneiro, no bairro de Arenoso, em Salvador, como parte das comemorações do Novembro Negro. Com a participação de representantes da Secretaria da Educação do Estado, o evento discutiu a identidade quilombola no bairro de Arenoso e a importância da educação no desenvolvimento da comunidade local. 
“Esse evento é a culminância de diversas atividades que estamos realizando na unidade com o objetivo da valorização das raízes culturais do bairro de Arenoso. Uma das atividades de destaque é a pesquisa que foi realizada entre os estudantes das escolas e graduandos de Medicina, da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), que, por meio de questionário, realizaram um levantamento histórico, cultural e de saúde dos moradores do local”, destacou a vice-diretora e organizadora, Maria José Neres.
Marcos Cunha, 15 anos, estudante do 6º ano e morador do bairro, conta como a participação na pesquisa contribuiu para despertar o seu olhar para a valorização de sua identidade. “O trabalho que estamos fazendo não está em livros ou vídeos. Toda a história do nosso bairro está nos relatos dos moradores, por isso pudemos aprender mais sobre nossa identidade negra. Nós estamos unidos para manter a nossa história viva". 
Demonstrando a importância da parceria entre escolas e universidades, como prevê o programa Educar para Transformar – Um Pacto pela Educação, o graduando em Medicina Leonado Barreto ressalta a escolha pela localidade. “A matéria que desenvolvemos chamada Programa de Integração Academia, Serviço e Comunidade (Piasc) busca trabalhar com o social. Então pudemos integrar nosso estudo de saúde, juntamente com a necessidade dos estudantes em regatar essa identidade cultural. Ainda entendemos que a presença da universidade motiva muito mais os jovens”, afirmou.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia