O Colégio Estadual Ruben Dário (Cerd), localizado no bairro de San Martin, em Salvador, realiza, nesta quarta (18) e quinta (19), uma série de atividades para comemorar o Novembro Negro. O objetivo das ações é ampliar o conhecimento do estudante sobre as culturas de raízes africanas, por meio de um resgate histórico e cultural. Na programação, estão incluídas apresentações culturais, oficinas, palestras e a participação do grupo Ilê Aiyê, que se apresenta na quinta-feira.

“Sem dúvida alguma é um papel da escola proporcionar aos estudantes o acesso a esse conhecimento sobre suas origens. Principalmente na Bahia, onde temos a maior comunidade negra fora da África e temos ações efetivas do Governo Federal pela busca da igualdade racial na sociedade”, explicou o diretor da instituição, Antônio Pimenta.

Concorrente do concurso “Garota Negra Linda do Cerd”, a estudante do 8º ano, Iasmim Nascimento, falou da importância da integração dos alunos no evento. “Decidi participar por incentivo dos colegas e por perceber que temos que motivar a todos sobre a importância de assumir a nossa identidade. Uma cultura rica, como a nossa, tem que estar sempre em destaque”, ressaltou.

O estudante do 2º ano, José Lucas, considera que essas atividades contribuem para aumentar seu conhecimento sobre a cultura negra. “As ações são muito importantes e trazem um sentimento de que estamos cada vez mais conscientes da nossa responsabilidade de expandir as raízes africanas contidas na nossa sociedade”.