Os estudantes da rede estadual vêm de diversas regiões da Bahia, ansiosos e animados com a oportunidade de mostrarem suas criações artísticas na Arena Fonte Nova. São os estudantes finalistas do 8º Festival Anual da Canção Estudantil (Face) e do 7º Sarau dos Tempos de Arte Literária (TAL), que chegam a Salvador, nesta sexta-feira (27), para os últimos preparativos, antes do início do 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual. O evento, realizado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, acontece entre os dias 2 e 4 de dezembro, e abriga estes e outros projetos de arte, esporte, ciência e cultura protagonizados pelos estudantes e desenvolvidos durante o ano letivo de 2015.

Os estudantes irão participar, a partir deste sábado (28), dos ensaios e cursos preparatórios. Os finalistas do Face ensaiam no estúdio da Escola de Música Pracatum, no Candeal, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Já os finalistas do TAL, participam dos cursos no Hotel Matiz, no bairro do Stiep, no mesmo horário. Os ensaios e cursos também acontecem domingo (29), segunda (30) e terça (1º). O Sarau do TAL será na quarta (2), às 17h, no Salão de Artes da Arena Fonte Nova. Já a apresentação dos finalistas do Face acontece no dia 4 de dezembro, às 17h, na Arena Fonte Nova, com as participações da banda Cidade Negra e da dupla Lucas e Orelha, encerrando o 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual.

Os 20 estudantes finalistas do Face e os 45 finalista do TAL serão recepcionados a partir desta sexta (27) pelo diretor musical do 4º Encontro, o cantor, compositor, arranjador e instrumentista baiano Luciano Bahia; pela preparadora vocal do Face, a cantora e compositora baiana Manuela Rodrigues; pelos docentes do Grupo de Estudos Linguísticos Geling e pelos professores de teatro Débora Landim e Adriana Amorim, além dos técnicos da Coordenação de Projetos Intersetoriais da Secretaria da Educação da Bahia.

“O Face é um projeto que deu muito certo, já tem um grande impacto na rede estadual e, não por acaso, o Governo da Bahia vem mantendo-o como uma importante ação de aglutinação dos estudantes. A música é algo que está muito presente na vida dos baianos e, no festival, vem à tona a nossa heterogeneidade. Este ano, tive mais tempo para escrever as partituras, fazer os arranjos para aquelas músicas que vêm cruas”, declarou o diretor musical Luciano Bahia.

Encontro Estudantil

O 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual abre espaço para a música, as artes visuais, a literatura, o cinema, o patrimônio histórico, os esportes, as ciências e a dança, por meio de projetos estruturantes desenvolvidos pelos alunos. “Essas finais estaduais trazem a diversificação dos saberes nos currículos escolares e garantem o direito ao conhecimento e à cultura”, destacou a coordenadora de Projetos Intersetoriais da Secretaria, Nide Nobre. Mais informações podem ser obtidas no Portal da Educação.


Fonte: Ascom/Secretaria da Educação da Bahia