Pelo oitavo ano consecutivo, a comunidade escolar do Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque – desfilaram pelas ruas do bairro da Caixa D´Água, em Salvador, onde fica a unidade escolar da rede estadual. A já tradicional ‘Caminhada do Bem’, que teve como tema ‘As águas vão rolar’, aconteceu nesta sexta-feira (27), e reuniu cerca de 1.500 pessoas, entre estudantes, familiares, professores, funcionários, coordenadores e diretores da Escola Parque, das Escolas Classes e a população em geral.

Dividida por alas temáticas, a ‘Caminhada do Bem’ teve como objetivos estimular a paz e conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente. Os participantes desfilaram caracterizados com figurinos específicos de cada ala e vestidos com a farda da escola, levando cartazes com versos de letras de música que falam sobre questões ambientais.

“Na ‘Caminhada do Bem’, os estudantes trazem a público os conteúdos trabalhados em sala de aula, ao longo do ano letivo, por meio de faixas e bandeiras. Buscamos estimular a harmonia, a interação e a valorização do nosso meio. Por isso, realizamos esta atividade externa como uma forma de socializar com a população a importância de buscar novas atitudes para a preservação do meio ambiente”, explicou o diretor da Escola Parque, Gedean Ribeiro.

Participantes

Com ‘samba no pé’, ao som da fanfarra da Escola Parque, dona Julieta Sá, 81 anos, aluna do programa de Educação Física da Melhor Idade, da unidade escolar, era uma das mais animadas na caminhada. Segurando o estandarte em formato de barco, ela fez todo o trajeto do desfile, que partiu da Escola Parque até o Largo do Tamarineiro. “A idade avançada não é desculpa de não participar, até porque tenho, hoje, uma saúde boa, graças aos exercícios que faço na escola. Não perco um ano sequer. Temos que ser atuantes para buscar um mundo ainda melhor e, para isso, temos que cuidar do meio ambiente”.

A mãe da estudante Simone dos Santos Borges, 14 anos, da Classe IV, Maria Cristina dos Santos, disse que faz questão de participar todos os anos, por acreditar que os pais devem acompanhar a vida escolar de seus filhos para que tenham um bom rendimento escolar. “Esta caminhada tem um significado importante de conscientização dos estudantes e da população em geral. Faço questão de acompanhar e vejo que a minha filha presencia, aqui, um momento interessante de engajamento social, aprendizado e entretenimento”.

A estudante Gabriela Santos, 15, 8º ano, do Colégio Álvaro Augusto da Silva, também considera importante um evento que busca promover a política da paz e desperte em todos a necessidade de cuidar da natureza. “É muito legal ver meus colegas, os nossos pais, os professores e diretores, todos juntos, por um mesmo motivo. Acho que o desperdício da água deve ser uma das nossas maiores preocupações”.