Como parte da programação do Novembro Negro, professores da rede estadual de ensino e estudantes do Centro Educacional Sons do Silêncio (Cess), no bairro do Imbuí, em Salvador, participaram de um seminário sobre ‘Mulher Negra: da África ao Brasil contemporâneos’. O evento, ocorrido na noite desta quinta-feira (12), teve como objetivo abordar a valorização da mulher e, em especial, da mulher negra na sociedade.

A programação constou de mesa redonda sobre a emancipação da mulher negra, com as participações do professor da rede estadual Izael Mendes dos Santos e do professor africano Yaovi Sanvi Kouanvih. Já a professora de Língua Portuguesa, Dayse Sacramento, falou sobre o protagonismo interseccional de jovens negras.

De acordo com a professora da rede estadual Perci Leite, que ensina Língua Portuguesa no Cess, o seminário foi mais uma oportunidade de tratar da igualdade de gênero e sobre o combate ao racismo e ao sexismo. “Foi muito proveitoso participar deste evento que teve o intuito de disseminar informações que tornem a sociedade mais justa [quanto] à igualdade social”, destacou a educadora.

“As discussões nos levaram a refletir um pouco [sobre] a importância de buscar nossos direitos e de nos valorizarmos culturalmente, pois, independente da cor, credo ou condição social, todos nós somos cidadãos com os mesmos direitos, deveres e responsabilidades”, disse Ana Paula Nepomuceno, intérprete de Libras.

Já o estudante Thiago Oliveira Carvalho, do Cess, afirmou que “foi ótimo participar do seminário. Que discussões como estas possam acontecer em todas as cidades da Bahia, inclusive na minha cidade natal, Caetité, pela valorização da mulher e respeito às diferenças”.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia