A partir do lançamento oficial do Mapa da Palavra.BA, durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), em outubro último, o projeto foi apresentado em Porto Seguro (extremo sul), Juazeiro (norte), Barreiras (oeste), Santo Amaro (Recôncavo) e Alagoinhas (Nordeste). Agora, o giro para divulgação será encerrado em Salvador, chamando atenção das pessoas para o cadastramento que pretende identificar artistas da palavra nos 27 territórios de identidade da Bahia e ajudar a divulgar suas produções.

A última apresentação do mapeamento será realizada pela coordenação de Literatura da Fundação Cultural do Estado (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura (Secult), neste sábado (21), das 15 às 17h, na Sala Multiuso da Diretoria de Audiovisual, no bairro dos Barris. A proposta do mapeamento é identificar escritores, poetas, cronistas, recitadores e cordelistas, abarcando a literatura em sua complexidade, incluindo perspectivas artísticas, econômicas, sociais, entre outras, para conhecer esta realidade mais aprofundadamente.

Realizado pela Funceb, o Mapa da Palavra.BA iniciou no dia 16 de outubro a etapa de cadastramento, que prossegue até 14 de março de 2016. Escritores atuantes nos 27 territórios ou baianos residentes fora do estado podem se inscrever. Após o período de inscrições, as próximas etapas são a seleção das produções literárias e o lançamento da plataforma virtual do projeto, com biografias e produções literárias dos artistas da palavra. Na sequência, acontecem quatro publicações virtuais ou impressas das obras de artistas selecionados.

O cadastramento do Mapa da Palavra.BA estará disponível de forma democrática e participativa e buscará identificar autores e suas produções artísticas com foco literário ou na transversalidade entre Literatura outras linguagens artísticas. Mais informações estão disponíveis no site da Funceb.

Fonte: Ascom/Fundação Cultural do Estado (Funceb)