Um grupo de artistas saiu às ruas de Salvador para saber o que o público gostaria de ver num espetáculo de artes cênicas. Das muitas contribuições inusitadas na escuta pública, envolvendo também uma campanha na internet, eles estão criando o espetáculo ‘Das Tripas Coração’, apresentado desta quinta-feira a sábado (26 a 29), às 10h e às 15h, na Praça da Piedade, em Salvador.

A iniciativa compõe o conjunto de ações da Plataforma Tripa – Trilogia do Patrocínio, que busca discutir as relações do artista, das obras com as fontes de financiamento (Estado, iniciativa privada e o público), e tem o apoio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), mecanismo de patrocínio das secretarias estaduais de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz-BA), por meio do edital Demanda Espontânea 2014.

O espetáculo tem os performers Felipe Benevides, Isaura Tupiniquim, Jorge Oliveira, Lia Lordelo, Marcio Nonato e Rafael Rebouças, que em agosto realizaram a intervenção Garota Micro-Lyns como parte do processo artístico para criação de uma obra artística, compartilhada com o público.

A iniciativa foi idealizada por Rafael Rebouças, coordenador da Plataforma Tripa, que pensou em colocar o público num lugar propositivo e como financiador da obra também com suas ideias. “Criar uma obra com o público faz sentido porque ele um dos agentes que influenciam a criação artística através do fomento e do financiamento. É o público consumidor – este é um dos principais destinatários da arte e por isso, seu papel é tão importante na criação”.

Durante a intervenção urbana, os artistas convidaram pessoas na Praça da Piedade a criar, dar sugestões e participar. “As proposições foram diversas e com elas, sob a colaboração de Neto Machado, estamos preparando um modo de infiltração no espaço urbano, lugar de excelência, ambiente cotidiano de convivência entre passantes, comerciários, ambulantes, carros, baianas de acarajé, vendedores de picolé e arte”, explica Rebouças.

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)