O Governo da Bahia, por meio da Secretaria da Administração (Saeb), publicou no Diário Oficial de sexta-feira (13) o resultado final do pregão eletrônico, com informações sobre a empresa vencedora que realizará auditoria externa na folha de pagamento do Estado: a Deloitte, empresa especializada em auditoria, consultoria, assessoria financeira, gestão de riscos e consultoria tributária, entre outros serviços. O contrato, estimado em cerca de R$ 2 milhões, tem vigência de doze meses e é destinado à auditoria da folha de aproximadamente 268 mil servidores – entre ativos, inativos e pensionistas – dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. A previsão é que os trabalhos iniciem ainda em novembro.
O objetivo do governo com a ação é melhorar a qualidade do gasto público e o aprimoramento no cuidado com o erário, ampliando o controle sobre a folha de pagamento, verificando a possibilidade de eventuais inconsistências e restringindo a possibilidade de erros. A auditoria resultará em uma base de dados mais sólida, o que permitirá a migração das informações da folha de pagamento para o novo sistema de gestão de recursos humanos estado, o RH Bahia. 
No escopo da auditoria está a verificação de vencimentos, proventos e vantagens auferidas pelos servidores e beneficiários da Previdência. Será conferido também se os pagamentos estão de acordo com a legislação em vigor, se estão fundamentados em documentação adequada e respaldados em atos publicação no Diário Oficial. Os auditores vão checar ainda situações como a adequação de cargos em contraposição com suas remunerações; adequação e os cálculos das vantagens; conformidade de progressões e promoções nas carreiras; regularidade do pagamento das pensões civis e militares, dentre outros.
A Deloitte irá analisar os pagamentos de 154 mil servidores ativos do Estado. Serão auditados 33 órgãos da Administração Direta, com cerca de 130 mil servidores, além de funcionários de autarquias (13,7 mil), fundações públicas (2,5 mil) e empresas públicas e sociedade de economia mista (7,7 mil). Também será auditada a folha de pagamento dos 93,1 mil servidores inativos, oriundos do Poder Executivo, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Contas do Município e Defensoria Pública. A auditoria abrangerá ainda a folha de pagamento dos 21 mil pensionistas do Estado. 

Fonte: Ascom/Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb)