A segunda fase do recadastramento de ativos do Estado conta agora com uma nova funcionalidade em seu processo. Já é possível, por meio da tela de acompanhamento, ter ciência da situação em que se encontra o servidor. De acordo com a Superintendência da Gestão e Inovação (SGI), da Secretaria da Administração (Saeb), a ferramenta disponível em www.recadastramento2015.ba.gov.br apresenta as situações nas etapas de recadastramento, validação de quadro e revisão final. Para o servidor, então, há a opção de monitorar o status de sua atualização ou editar as informações fornecidas anteriormente (desde que não tenha vencido o prazo de recadastramento).

A etapa de preenchimento do formulário de recadastramento se encerra no dia 2 de outubro. A partir daí, as Diretorias Administrativas (DA’s) devem informar as matrículas e os nomes dos chefes imediatos; os chefes imediatos confirmarão se os servidores pertencem ao quadro de pessoal; e vem a consolidação das informações para tratamento das possíveis divergências ou inconsistências.

Os ativos que não se recadastrarem, conforme prevê o capítulo V do Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia (Lei nº 6.677/1994), poderão ser retirados da folha de pagamento, deixando de receber os seus próximos vencimentos. Dúvidas frequentes podem ser sanadas em um FAQ disponibilizado no Portal do Servidor.