Uma equipe da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) realizou a prisão de Murillo Xisto Freitas, 25 anos, em Senhor do Bonfim, no centro norte da Bahia, nesta quinta-feira (21). Havia contra ele um mandado de prisão preventiva aberto pela participação na morte do professor de capoeira Edigar da Silva Paz ocorrida, em 2014, depois de uma festa de São João na cidade. 
Segundo o coordenador da 19ª Coorpin, delegado Felipe Néri Neto, uma denúncia encaminhada à unidade policial informou que Murillo, que estava foragido desde a época do crime, havia regressado para a casa onde morava, no centro de Senhor do Bonfim. Os policiais foram até o endereço do rapaz e cumpriram o mandado.

De acordo com o delegado, ele permaneceu escondido no sul da Bahia, na casa de familiares, por quase um ano. Outros dois suspeitos de envolvimento na morte do capoeirista tiveram os mandados de prisão cumpridos logo após o crime. Três acusados de participação já tiveram as prisões decretadas e estão sendo procurados.