A Polícia Militar da Bahia já tem pistas dos suspeitos de assassinar o soldado PM Demison Rodrigues Sampaio, na manhã desta quinta-feira (21), no município de São José da Vitória, no sul do estado. O latrocínio ocorreu quando a vítima, que estava em serviço, saía em diligência para atender ao chamado de um assalto à agência de Correios da cidade. O PM, que era lotado no 62ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), em Camacan, morreu imediatamente após ser atingido na cabeça por um dos tiros disparados por dois integrantes da quadrilha envolvida no assalto.

Ao lamentar a perda de um dos seus integrantes e se solidarizar com a dor da família e de amigos do soldado, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) reafirmou que não medirá esforços para capturar os responsáveis pelo crime. Por determinação do secretário Maurício Teles Barbosa, todas as unidades das polícias Civil e Militar da região do crime realizam diligências à procura dos bandidos, entre elas, a 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), em Itabuna, a Companhia Independente de Policiamento Especializado Cacaueira e o 15º Batalhão da Polícia Militar (BPM), além da 62ª CIPM.

Um Fiat/Palio Adventure prata, que estava com a placa JLE 1136, foi utilizado no assalto. Qualquer informação sobre a localização dos criminosos pode ser comunicada pelo número 190 ou Disque-Denúncia (71 3235-0000). Além dos assaltantes que atiraram no soldado, a polícia está à procura dos demais integrantes da quadrilha envolvida no crime. Testemunhas do roubo estão sendo ouvidas para ajudar na identificação dos criminosos.