Apontado como integrante da quadrilha responsável pelas mortes do policial civil Jorge César de Castro Pereira, 55 anos, e do cabo da Polícia Militar Clóves Silva da Paixão, 47, assassinados em julho de 2014, o traficante Alexandro Borges da Silva, 20, foi preso por investigadores da 12ª Delegacia Territorial (DT) de Itapuã.

De acordo com o delegado Antônio Carlos Magalhães Santos, titular da 12ª DT, Alexandro foi localizado, na terça-feira (19), pelos policiais na região do Bosque das Bromélias. No momento da prisão, ele estava com 47 ‘trouxinhas’ de maconha, uma porção da droga prensada, 35 pedras de crack e 19 ‘papelotes’ de cocaína.

O investigador Jorge César, lotado na 13ª Delegacia Territorial, (DT) de Cajazeiras, foi morto durante um assalto no interior de um galpão, na Estrada Velha do Aeroporto, no dia 23. O policial militar Clóves, que atuava na 52ª CIPM, foi executado, nove dias antes, quando tomava café numa padaria no bairro do Caji, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).