Em cumprimento a uma das ações de interiorização do programa estadual Pacto pela Vida, o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, esteve na manhã desta sexta-feira (22), no município de Alagoinhas, para acompanhar as ações, realizadas pelos gestores das policiais Civil e Militar, na Região Integrada de Segurança Pública Leste (Risp/Leste).

"Queremos elevar o nível de discussão [quanto] aos problemas de policiamento no interior. Por este motivo, convidamos representantes da Justiça, do Ministério Público e da Defensoria Pública, para que juntos possamos achar soluções mais efetivas e respostas mais ágeis à sociedade", afirmou Barbosa.

Promotores e juízes

No auditório do Hotel Aster, comandantes da Polícia Militar e delegados titulares de municípios que integram a Risp/Leste, como Feira de Santana, Cruz das Almas, Cipó e Maragogipe, expuseram, durante toda a manhã, os principais problemas enfrentados para a manutenção da paz nessas cidades. Entre as críticas dos gestores está o déficit no número de promotores e juízes nas comarcas. A questão social também foi apontada como um dos agravantes no crescimento do tráfico de drogas.

"Os responsáveis pela segurança, em suas áreas de atuação, precisam ter conhecimento a respeito dos problemas e de suas causas para que possamos estudar, de forma integrada, como solucioná-los", ressaltou o secretário. O tráfico de drogas, assim acontece em Salvador, lidera a motivação dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) nos municípios avaliados.

Os representantes do Tribunal de Justiça, juiz criminal Fábio Falcão, do Ministério Público, promotor Pedro Maia, e da Defensoria Pública, Lucas Ressurreição, participaram da reunião e registraram as demandas de suas áreas, para providências conjuntas com a Secretaria da Segurança Pública (SSP). Após a reunião Maurício Barbosa visitou as unidades policiais do município.