Em continuidade ao diálogo com lideranças dos diversos segmentos religiosos da Bahia, a secretária de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi), Vera Lúcia Barbosa, visitou o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, em Salvador. "O objetivo é construirmos, juntos, iniciativas que contribuam para combater a intolerância religiosa em nosso estado", afirmou a gestora.

A secretária apresentou a Dom Murilo a estrutura e principais ações da pasta, no cuidado com os povos e comunidades tradicionais e na luta pela igualdade de direitos da população negra, ouviu as sugestões do religioso como tem feito com povos de terreiros, evangélicos, católicos e outros representantes.

Durante o encontro, no final da tarde de quinta-feira (14), Vera Lúcia  também destacou o trabalho da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa, coordenada pela Sepromi, que reúne instituições do poder público, universidades, órgãos que formam o Sistema de Acesso à Justiça e um conjunto de organizações da sociedade civil.

Para Dom Murilo, a cidade de Salvador, pela sua diversidade, “precisa dar exemplo ao País no que se refere à boa convivência", sendo necessário, para isso, despertar a consciência das pessoas. Ele também agradeceu pelas publicações cedidas pela Sepromi, na ocasião, como o Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa, instituído pela Lei 13.182/14, a cartilha de direitos dos povos e comunidades tradicionais e o documentário ‘A Cor do Trabalho’, dirigido pelo cineasta Antônio Olavo.