O governador Rui Costa afirmou nesta segunda-feira (11) que o novo modelo de assistência técnica, em formatação pelo Estado, vai selecionar os profissionais por meio de edital. Segundo ele, a remuneração dos técnicos será variável, de acordo com os resultados obtidos pelos agricultores que receberam a assistência.

A novidade foi antecipada em entrevista, concedida na manhã desta segunda-feira (11), durante a abertura do 16° Simpósio Nacional do Agronegócio Café, em realização, até esta quarta (13), no Othon Palace Hotel, no bairro de Ondina, em Salvador. Para Rui Costa, “se o agricultor avança na escala da assistência técnica, consegue a DAP [Declaração de Aptidão ao Pronaf], obtém empréstimo e aumenta a produção. Quem fez essa assistência vai ganhar um pouco mais. Com isso nós vamos melhorar a assistência técnica na Bahia”.